Você parece ter perdido sua conexão com a internet!
Certifique-se de que esta conectado para que não perca os dados desta página.
Campos com bordas vermelhas são obrigatórios e devem ser preenchidos corretamente !
CASA EDITORA O CLARIM | 113 anos divulgando o Espiritismo
CASA EDITORA O CLARIM
anos divulgando o Espiritismo
MEU CARRINHO
0
itens adicionados
0
  • televendas (16) 3382.1066
  • contato
  • WhatsApp (16) 99270.6575
  • redes sociais
  •    
  • MEU CARRINHO
    0 itens adicionados
Produtos ↓
Revista Internacional de Espiritismo • Dezembro 2018
Festa de Natal Editorial
Redação
oclarim@oclarim.com.br
01/12/2018

“Esta é a noite em que, no mundo cristão, se festeja a Natividade do Menino Jesus. Mas vós, meus irmãos, deveis também vos alegrar e festejar o nascimento da nova Doutrina Espírita. Vê-la-eis crescer como esta criança; como ele, ela virá esclarecer os homens e mostrar-lhes o caminho que devem percorrer. Logo vereis os reis, como os magos, virem também a esta doutrina pedir o socorro que já não encontram nas ideias antigas. Não mais vos trarão incenso e mirra, mas se prosternarão de coração ante as ideias novas do Espiritismo. Já não vedes brilhar a estrela que os deve guiar? Coragem, pois, meus irmãos, coragem; em breve podereis, com o mundo inteiro, celebrar a grande festa da regeneração da Humanidade.

“Meus irmãos, durante muito tempo encerrastes no coração o germe desta doutrina; mas eis que hoje ele se manifesta em plena luz com o apoio de um tutor solidamente plantado e não deixará que se verguem seus frágeis ramos. Com esse suporte providencial, crescerá dia a dia e tornar-se-á a árvore da criação divina. Dessa árvore colhereis frutos, não só para vós, mas para os vossos irmãos que tiverem fome e sede da fé sagrada. Oh! então apresentai-lhes esse fruto e gritai-lhes do fundo do coração: ‘Vinde, vinde partilhar conosco o que alimenta o nosso Espírito e alivia as nossas dores físicas e morais.’

“Mas não esqueçais, meus irmãos, que Deus vos fez levedar o primeiro germe; que esse germe cresceu e que já se tornou uma árvore capaz de dar frutos. Resta-vos algo a utilizar: são os galhos que podeis transplantar; antes, porém, vede se o terreno no qual confiais esse germe não oculta sob sua camada aparente algum verme roedor, que poderia devorar aquilo que o Mestre vos confiou.”

Este texto de São Luís, psicografado pelo médium Sr. N... na Sociedade Espírita de Tours, no dia 24 de dezembro de 1862, propicia pensamentos pertinentes a respeito da real importância do Natal. Celebramos a vinda de Jesus à Terra, mas o Mestre deseja mais de nós. Espera que propaguemos a sua mensagem; e mais importante: que a aprendamos verdadeiramente, não só em teoria, mas sobretudo na prática, transformando-nos em multiplicadores e facilitadores da regeneração do nosso planeta.

O conhecimento espírita, que felizmente já faz parte de nosso cotidiano, coloca uma responsabilidade gigantesca sobre nossos ombros. Mas isto não deve ser motivo para nos assustar, visto que é uma responsabilidade nobre, que nos faz pensar diferente, alavancando o progresso. Impossível que fiquemos indiferentes ante tudo o que aprendemos nas palestras, reuniões de estudo, artigos e livros que nos rodeiam. Nosso dever, como cristãos, é reproduzir os ensinamentos de Jesus, honrando sua memória com o exercício da humildade, da caridade, da perseverança, da compreensão, do perdão, da resignação... a lista de possibilidades é infinita!

Lutemos, pois, para o fortalecimento de nossa fé. Busquemos resolver as discórdias, encerrar os mal-entendidos, diminuir as distâncias que nos separam de corações queridos. E como orienta São Luís, tenhamos coragem, pois somos partícipes de um processo grandioso de elevação coletiva e cada pequeno tijolo fixado é essencial na sustentação de conquistas maiores.

Feliz Natal!


- KARDEC, Allan. Revista Espírita. Festa de Natal. Abril de 1863. Brasília: FEB, 2004.